Aplaudido de pé, Marcel Stürmer se torna primeiro tetra do Brasil no Pan

Por Thiago Rocha - enviado iG a Toronto | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Em Toronto, gaúcho de 29 anos empolgou a torcida para vencer a patinação artística pela quarta vez seguida nos Jogos Pan-Americanos. É um feito inédito para o esporte brasileiro

Stürmer é aclamado pelo público em Toronto após apresentação final
Darren Calabrese/The Canadian Press via AP
Stürmer é aclamado pelo público em Toronto após apresentação final

Você conhece Marcel Stürmer? Talvez já tenha ouvido falar, mas dificilmente o reconheceria na rua. Pois ele é bem mais do que um rosto na multidão. Ícone de uma modalidade não olímpica, ele tem seu grande momento a cada quatro anos e foi recompensado com um feito histórico. Na noite deste domingo, no Exhibition Centre, em Toronto, o gaúcho de 29 anos se tornou o primeiro brasileiro a ganhar quatro medalhas consecutivas nos Jogos Pan-Americanos em provas individuais.

Leia também: Talitha Haas sobe um degrau no pódio, ganha prata e segue Sturmer

Os canadenses, maioria nas arquibancadas, se não conheciam, passaram a conhecer e gostaram do que viram. Stürmer foi aplaudido de pé ao fim de sua performance no programa longo - apresentação de 4min10s e que vale 75% da nota final. Com os 133,4 pontos obtidos no sábado, no programa curto, acumulou 536.

O americano John Burchfield ficou com a medalha de prata, enquanto o colombiano Diego Duque se contentou com o bronze.

"Quando eu comecei, com 6 anos, a patinar no país do futebol nunca imaginei que ia sequer chegar a um Pan-Americano, quanto mais ganhar um. Nunca cogitei bater um recorde pan-americano para o país. É isso que vale hoje, mais do que tudo", disse o patinador.

Os pais do patinador comemoram em Toronto e falam sobre desafios superados:

Stürmer costuma se inspirar na cultura pop para elaborar suas apresentações. O segundo ouro no Pan, no Rio de Janeiro-2007, veio embalado pelo samba. Em 2013, venceu os Jogos Mundiais de Cali com uma coreografia baseada na animação "Rio". No programa curto em Toronto, ele levou para a pista de patinação a aventura juvenil "Jogos Vorazes" e também saiu ovacionado pelo público. Neste domingo, no programa longo, competiu ao som da banda inglesa The Beatles.

Trechos de "Hey Bulldog", "Eleanor Rigby", "All we need is love" e " Let it be" compuseram a trilha sonora que embalou Stürmer para o tetra. Fora um pequeno desequilíbrio no início, o restante da apresentação foi bem acima da média. Das músicas escolhidas, uma delas tem significado especial nesta conquista, segundo o brasileiro.

"Let it be. Porque é isso que tem de ser, deixar acontecer e se entregar. Eu tenho quatro minutos para mostrar o que fiz por quatro anos, se não o que fiz a vida inteira. Hoje era a minha vida."

O tetra de Stürmer pode ser igualado ainda em Toronto por dois velejadores: Ricardo Winicki e Robert Scheidt, ambos da vela. O recorde, segundo ele, já está eternizando no último Pan de sua carreira. "Eternamente eu vou ser o primeiro homem que ganhou quatro medalhas de ouro, não eram meus últimos quatro minutos, mas sim a minha vida inteira em quatro minutos", disse.

Veja as imagens dos patinadores brasileiros em ação em no Pan:

Marcelo Sturmer, atleta brasileiro da patinação artística. Foto: Jonne Roriz/Exemplus/COBMarcelo Sturmer, atleta brasileiro da patinação artística. Foto: Jonne Roriz/Exemplus/COBMarcelo Sturmer, atleta brasileiro da patinação artística. Foto: Jonne Roriz/Exemplus/COB; Stürmer é aclamado pelo público em Toronto após apresentação final. Foto: Darren Calabrese/The Canadian Press via APTalitha Haas na série final neste domingo, valendo a prata. Foto: Sergio Dutti/Exemplus/COBTalitha Haas, atleta brasileiro da patinação artística. Foto: Jonne Roriz/Exemplus/COBTalitha Haas, atleta brasileiro da patinação artística. Foto: Jonne Roriz/Exemplus/COBTalitha Haas, atleta brasileiro da patinação artística. Foto: Jonne Roriz/Exemplus/COB


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas